• Produtividade
  • Recursos Humanos

RH Estratégico: o que é e qual a importância de adotar em sua organização

Camila Silva
  • 6 de agosto de 2020
  • 7 min de leitura

A área de Recursos Humanos, antes vista como apenas operacional, tem tomado uma importância cada vez maior dentro das empresas. Por meio de suas ações, existe a possibilidade de os profissionais proporcionarem um crescimento significativo para o negócio, buscando por colaboradores que agregam ao seu respectivo setor e proporcionando soluções que permitem o desenvolvimento sustentável da organização. Nesse contexto, o RH estratégico funcionará como um importante aliado.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você entenda um pouco mais sobre o que é o RH estratégico, quais são as suas vantagens, além de conferir dicas de como implementá-lo. Continue a leitura e saiba mais!

O que é o RH estratégico?

Ao mencionarmos sobre RH estratégico, muitas pessoas têm a visão errada de que se trata de estratégias que deixam as ações de departamento pessoal em segundo plano, ou que não se preocupam com as funções rotineiras do setor (documentação, por exemplo) —  pontos que são fundamentais para o dia a dia da empresa.

O RH estratégico, como o próprio nome já diz, é aquele que enxerga seus profissionais de forma estratégica. Nesse sentido, vai utilizar dados precisos para que cada colaborador possa exercer as suas funções desenvolvendo as habilidades, além de contar com uma análise de dados precisa que permitirá uma tomada de decisão mais efetiva.

Dessa forma, ele vai trabalhar em conjunto com outros departamentos da empresa, sendo uma área fundamental para que o negócio possa alcançar os resultados pré-estabelecidos no planejamento estratégico.

Quais as vantagens do RH estratégico?

Agora que você já sabe o que é, chegou o momento de explicarmos sobre as principais vantagens do RH estratégico para a empresa. Confira!

Aprimoramento da Comunicação Interna

Uma organização que conta com uma Comunicação Interna alinhada, consequentemente, transmite mais credibilidade e transparência aos seus colaboradores, leva informações de forma rápida e precisa, além de trazer um maior pertencimento da equipe. Além disso, traz oportunidades de destaque profissional, contribui para o alinhamento e a motivação de todo o time, bem como minimiza efeitos de crises.

Em que sentido o RH estratégico permite todos esses ganhos? Ao aproximar-se de todos os departamentos do negócio, naturalmente as informações serão mais fluidas, as decisões tomadas serão transmitidas de forma adequada, além de o tom de voz adotado ser o ideal para a realidade de seus profissionais.

Assimilação da cultura organizacional em todos os níveis

Buscar por estratégias que permitem uma maior retenção de profissionais e também o aprimoramento do engajamento dos colaboradores é um dos principais desafios das empresas. Nesse sentido, a cultura organizacional trabalha como uma importante aliada, justamente por permitir contratar pessoas que se encaixem nos perfis das vagas e possam assimilar os valores da organização desde o processo seletivo.

É função da área de Recursos Humanos contribuir para que todo o time de diferentes setores possa entender e aplicar a cultura no dia a dia de suas funções. Para isso, é preciso ter um documento que contenha as principais regras e valores da empresa, alinhar os objetivos junto aos colaboradores, além de oferecer treinamentos para que as lideranças se tornem exemplo para seus liderados.

Também existe a necessidade de fomentar ações de aproximação entre as equipes, além de trazer normas para o processo seletivo ser mais eficaz quanto às contratações.

Desenvolvimento de equipes de alta performance

Equipes de alta performance são fundamentais para que as empresas possam conquistar resultados tangíveis (como lucro e retorno financeiro) e também intangíveis (retenção de clientes, satisfação do público etc.).

Para que esse resultado seja atingido com eficácia, é preciso elaborar metas desafiadoras e alcançáveis para seus profissionais, fazer continuamente o acompanhamento dos indicadores de desempenho, além de desenvolver as competências de seus colaboradores para que possam fazer entregas mais efetivas. Outro ponto a ser destacado é a capacitação das lideranças, que precisam manter-se motivadas para o engajamento do restante da equipe.

Todos esses pontos podem ser elaborados por um RH estratégico, que garantirá à empresa maior maturidade de mercado, trará mais autonomia para os colaboradores, vai fortalecer as gestões, além de trazer uma gestão mais consistente. Consequentemente, o aumento da produtividade será facilmente notado, o que contribui para melhorias contínuas nos processos internos.

Transformação digital

Apesar dos pontos mencionados mais acima serem essenciais para o desenvolvimento da equipe (departamento pessoal, controle de ponto, rotina de contratação e demissão, entre outros), o RH estratégico busca por alternativas que possam otimizar esse trabalho e permitir com que os colaboradores tenham um foco maior na estratégia da empresa.

Entre as principais vantagens da transformação digital para a área de RH, destacamos:

  • aumento da produtividade dos profissionais, justamente por terem mais possibilidade de focarem em outras demandas do dia a dia da equipe;
  • redução de custos, em especial por contribuir para contratações mais estratégicas;
  • maior organização e também segurança para os documentos dos colaboradores;
  • otimização da comunicação interna;
  • melhorias nos processos de recrutamento e seleção;
  • garantia de validade jurídica para os casos em que há documentos digitais.

Otimização dos resultados

Com todas as vantagens apresentadas, consequentemente os resultados da empresa serão otimizados, pois a área de RH contribuirá para que a empresa trace planos eficazes para o seu crescimento, além de possibilitar profissionais com um foco maior na estratégia de suas funções.

Como implementar o RH estratégico? Confira 6 dicas!

Entender como implementar o RH estratégico é o próximo passo para que a sua empresa possa usufruir dos ganhos apresentados. A seguir, selecionamos as principais dicas sobre o assunto. Entenda!

1. Faça um mapeamento de toda a empresa

O primeiro passo para a implementação do RH estratégico está relacionado a um estudo de qual é a atual situação do setor. Entenda como estão os processos, quais são as estratégias de melhorias que trarão ganhos para a área, além de entender como essas modificações contribuirão para o desenvolvimento da equipe como um todo.

A partir desses pontos observados, existe a possibilidade de fazer um estudo sobre as outras áreas, entendendo quais são as pontuações que mais merecem foco no contexto atual. Dessa forma, a equipe tem a possibilidade de ficar por dentro sobre os principais acertos e erros cometidos pelos profissionais e seus setores, quais são as questões mais complexas que influenciam nos resultados da organização, além de buscar no mercado soluções adequadas para a implementação.

2. Defina metas claras

Assim como em qualquer estratégia, existe a necessidade de definir de forma clara e objetiva as metas a serem alcançadas. Afinal, esse será o parâmetro para uma avaliação contínua de como andam os resultados para que aperfeiçoamentos possam ser executados caso as expectativas não sejam alcançadas.

Para isso, é preciso que todos os setores entendam sobre as suas prioridades e quais delas melhor permitirão que a empresa se desenvolva de forma sustentável. Além disso, é preciso contar com um plano de ação que trace os principais objetivos para chegar até esse parâmetro, além de essa definição ser realista com o dia a dia de cada equipe.

E isso deve começar pelo RH. A definição no modelo SMART, por exemplo, contribui para que elas sejam específicas, mensuráveis, alcançáveis, além de serem relevantes. Também estabelece um prazo específico para o time alcançar o êxito, o que traz maior satisfação aos colaboradores e também a redução do absenteísmo.

3. Conte com a tecnologia como aliada

Conforme abordamos, existem tarefas diárias da área de RH que ainda são muito operacionais e demandam tempo por parte da equipe. No entanto, há no mercado soluções que automatizam essas atividades, permitindo um foco mais estratégico dos colaboradores.

Sendo assim, a organização que deseja alcançar diferencial competitivo precisa aplicar soluções na área de Recursos Humanos que contribuam para aprimorar os seus processos, aumentam a agilidade sem afetarem a qualidade das demandas, além de integrar as informações e diminuir os riscos de erros e retrabalho.

4. Preocupe-se com indicadores de gestão

Por meio dos indicadores de gestão, as equipes contam com informações valiosas e úteis para as tomadas de decisão, conseguem determinar variáveis que influenciam nos resultados da empresa, além de trazer dados para análise que permitem uma estratégia mais adequada aos objetivos do negócio.

Nesse sentido, é preciso definir inicialmente quais são os principais KPIs da empresa que precisam de uma atenção maior para o desenvolvimento da empresa, além de definir como o RH pode contribuir para impulsionar esses resultados. A partir desse entendimento, basta definir qual é a maneira mais indicada para que o RH possa apoiar as áreas, trazendo diretrizes claras nesse sentido.

É papel do RH trazer confiança para as equipes de diferentes setores, além de apoiar para a reformulação dos nímeros caso seja necessário. A partir desse entendimento, basta entender quais dos indicadores do próprio segmento de Recursos Humanos vai se encaixar ao que a empresa espera, encaixando os valores pretendidos aos objetivos da empresa.

5. Faça um acompanhamento periódico

A análise de métricas permite um entendimento de que as estratégias adotadas de fato trazem resultados para a empresa. Nesse sentido, é preciso analisar o modelo implementado continuamente, para que pontos sejam adequados conforme o crescimento da empresa e a modificação dos objetivos de um negócio. Além disso, peça feedback aos membros de como a tecnologia implementada vem trazendo melhorias para as atividades, buscando por outras soluções se isso for necessário. Afinal, as ferramentas devem se adequar à realidade de cada empresa.

Entre os pontos que podem ser acompanhados pela equipe de Recursos Humanos, destacam-se:

  • headcount, métrica que fará uma constante avaliação sobre o atual quadro de colaboradores, selencionando-os por faixa etária, nível salarial, entre outras informações, permitindo dados mais precisos sobre a atual realidade da empresa;
  • absenteísmo, indicador que vai quantificar as faltas de seus profissionais. Faça uma constante comparação de como esse valor foi alterado ao longo dos meses, especialmente depois da implementação das principais medidas estratégicas do setor de RH;
  • turnover, índice de rotatividade da equipe. A redução desse índice talvez seja o principal objetivo da implementação de ações focadas na realidade do negócio, justamente por impactar o capital intelectual, trazer gastos e ainda prejudicar a imagem da empresa perante os clientes.

6. Tenha um ambiente de constante motivação

Não deixe de investir na motivação e no engajamento de sua equipe. Promova constante treinamentos, faça eventos de integração e não deixe de coletar o feedback das estratégias implementadas. Assim, aumentará a produtividade de todo o time, além de os próprios colaboradores serem propagadores de sua marca, o que contribui significativamente para a imagem positiva perante os clientes e também para outros talentos.

Neste conteúdo, você pôde entender o que é o RH estratégico, quais são as vantagens para a organização, além de conferir dicas de como implementá-lo. Para que esse processo tenha êxito, é preciso manter um bom planejamento, além de estimular toda a equipe para os ganhos que isso trará para a rotina como um todo.

Conforme percebemos, a tecnologia trabalha como uma importante aliada nesse sentido. Quer saber como otimizar os processos de recrutamento e seleção? Entre em contato com a gente e tire suas dúvidas!

Artigos relacionados