• Indústria
  • Notícias
  • Saúde
  • Tecnologia
  • Varejo

Admissão digital e rotina do RH

Ana Santos
  • 21 de março de 2019
  • 4 min de leitura

Você chega no trabalho e vai direto para sua mesa, já pensando nas pendências do dia anterior e no novo projeto que você quer desenvolver. Você abre sua caixa de e-mails: 93 e-mails não lidos!

A grande maioria deles são dúvidas de candidatos sobre o processo admissional. “Eu não tenho carteirinha do SUS” “Não tenho comprovante de residência no meu nome, como eu faço?” “A partir de quando começo a receber meu vale alimentação?”

Você mal começou a responder cada um deles quando um candidato chega para te entregar a documentação da admissão. Mais uma série de documentos para serem empilhados na sua mesa para a análise.

Você aproveita o intervalo entre as reuniões para consultar os dados dos candidatos no eSocial. Mais um candidato com divergência no nome. Nenhuma novidade. Você envia um e-mail solicitando a correção e torce para que ele te entregue os documentos a tempo.

Pausa para o almoço.

O seu supervisor te questiona sobre o candidato que ainda não foi admitido. Você precisa explicar que a carteira de trabalho dele foi extraviada nos correios, mas que você já está pensando em como resolver isso no prazo estabelecido.

O dia vai passando com mais documentos, dúvidas de candidatos e “incêndios para serem apagados.”

Se você se identificou com essa rotina, com certeza já percebeu que o dia terminou e você não colocou em prática as ações de melhoria que você estava planejando.

Como você gasta seu tempo?

Você sabe quais atividades te impedem de se dedicar aos projetos estratégicos?

Se você analisar bem, talvez perceba que grande parte do seu dia é dedicado a afazeres que não agregam valor ao dia a dia dos seus colaboradores. São as chamadas atividades operacionais!

Em muitos casos, são tarefas fundamentais para os processos do RH, mas que poderiam, facilmente, ser realizadas por alguma tecnologia.

Admissão digital

Uma das ações necessárias para otimizar os processos do RH é a adoção de um software de admissão digital. Se você já conhece esse tipo de solução, com certeza já sabe das inúmeras vantagens de adotar uma ferramenta de admissão digital.

Mas já considerou o impacto que esse tipo de tecnologia pode ter na sua rotina?

Rotina com o AcessoRH

Ao tornar o seu processo de admissão digital, você faz seu ritual da manhã normalmente, sem se preocupar com a greve dos correios.

Você chega no escritório e vai direto para sua mesa responder seus e-mails. Dessa vez, eles não são sobre dúvidas dos candidatos, que já foram sanadas pelo suporte da própria ferramenta. São e-mails sobre aquele benchmarking que você está planejando e sobre a ação que você realizou na empresa.

Você passa sua tarde resolvendo os desafios do novo projeto que você está implementando. De vez em quando, você olha o dashboard para saber como está indo o processo de admissão dos funcionários.

A sua mesa não tem tantos papéis quanto costumava ter. E as inconformidades no eSocial já não são mais um problema tão grande assim.

E o gerente?

O seu gestor vai conseguir acompanhar o seu trabalho de forma mais simples, te proporcionando uma autonomia muito maior.

Ele vai ter acesso às informações sobre todas as vagas de um jeito simples, e em tempo real.

A tecnologia vai me substituir?

Você talvez esteja pensando “Então o AcessoRH substitui o meu papel na empresa?”

Não!

Assim como qualquer tecnologia, um software de admissão tem a função de reduzir as atividades operacionais. Com o objetivo principal de tonar todo o processo mais eficiente.

Assim, ao adotar essa ferramenta no seu dia a dia, você conseguirá usar todo seu conhecimento e experiência para desempenhar papeis mais estratégicos. E focar no que realmente importa: As pessoas!

O que faço com o tempo extra?

É importante ter em mente que ao adotar uma solução de admissão, ainda serão necessárias uma série de atividades gerenciais. Você vai precisar entender a fundo como a ferramenta funciona, alimentá-la com os dados sobre a vaga, acompanhar como vai o processo admissional, etc.

Mas ainda assim, a redução de atividades operacionais é a oportunidade que você tem de se dedicar em tarefas mais relevantes.

Durante o período em que você ficaria recebendo papéis ou respondendo dúvidas dos candidatos, você poderá focar em ações e projetos para desenvolver a sua área.

Mas se você ainda não sabe como fazer isso, fique tranquilo! Separamos algumas dicas para você!

Gestão mais adequada do DP

Já pensou em planejar seu DP de acordo com as estratégias da empresa? Você poderá pensar em alocação de recursos de forma mais inteligente, buscar e negociar por outros benefícios para os colaboradores e definir indicadores para tudo isso!

Assim, você consegue não só desenvolver o DP conforme as necessidades da empresa e dos funcionários, como também medir as relevâncias dessas ações.

Se atualize!

Como parte do DP, ou do RH, você sabe que são muitos temas e prazos para se informar. Utilize o tempo extra para se especializar e se atualizar sobre os assuntos do momento! Pesquise sobre cotas legais, jovem aprendiz, vagas para PCD, e diversidade. Não se esqueça de ficar atento às leis trabalhistas e desenvolva projetos para atender as necessidades governamentais.

Fique atento às tendências tecnológicas

Quando você está por dentro das tecnologias existentes para o RH, você consegue encontrar outras soluções que possam agregar valor às suas atividades. Assim, você torna o seu processo de RH ainda mais inteligente! Trazendo mais velocidade, reduzindo custos e melhorando a experiência do candidato!

Foque na experiência do candidato

Um processo de auto admissão por si só já enriquece muito a experiência do seu candidato no momento de contratação. Pela simplicidade e inovação atrelada à ferramenta. Mas como parte do RH, você tem a possibilidade de desenvolver ações estratégicas que tornem todo o processo ainda mais interessante.

Tête à tête

Outra forma de melhorar a experiência do seu funcionário é investir no contato presencial.Se o seu principal cliente interno são os colaboradores da empresa, por que não ter uma interação maior com eles?

Esse tipo de relação é ainda mais importante nos primeiros dias de trabalho, em que as pessoas ainda estão meio perdidas e com muitas informações para absorver. Apresente a empresa, as opções de benefícios e os processos do RH e suas sub-áreas. Ao explicar essas questões com mais calma e atenção, além de criar um vínculo maior, você já elimina as dúvidas futuras.

Essas são só algumas das ações possíveis para você desenvolver ainda mais o seu RH. Até porque, quando se trata de novas ideias, o céu é o limite!

 

Esse é o terceiro artigo de uma jornada sobre admissão digital. Se você ficou interessado no tema, clique aqui para acessar o primeiro texto da série!

Artigos relacionados