• Aplicativos
  • E-commerce
  • Sem categoria
  • Varejo

Reconhecimento facial e captura ao vivo: entenda a importância dessa relação

admin-blog-bio
  • 22 de março de 2019
  • 2 min de leitura

Como garantir que as tecnologias de reconhecimento facial realmente saibam que o cliente está ao vivo no momento da captura da foto?

Em uma realidade em que soluções de biometria vem se tornando cada vez mais comum no nosso dia a dia, hackers buscam novas maneiras de burlar essas soluções.

No caso do reconhecimento facial, uma das práticas mais comuns é tentar enganar as ferramentas por meio de fotos. Ou seja, no momento da captura, ao invés de tirar uma foto dela mesma, uma pessoa pode fazer a captura de uma foto (impressa ou digital) de outra pessoa.

A captura ao vivo, por meio de análise e combinações de dados, identifica caso alguém esteja tentando fazer exatamente isso.

Por que a captura ao vivo foi pensada?

A captura ao vivo consegue complementar a solução de reconhecimento facial e torná-lo ainda mais seguro, sem nenhum prejuízo ao processo.

Hoje em dia é muito fácil para uma pessoa tentar se passar por outra. Isso pode acontecer apenas utilizando uma foto de alta qualidade e essas alternativas podem ser o suficiente para burlar sistemas de biometria facial que não contém esse complemento.

Em quais momentos a captura ao vivo pode auxiliar?

Se seu negócio exige autenticação via mobile

Com a evolução da tecnologia, qualquer um pode fazer uma compra ou solicitar um serviço online através de celulares e tablets, por exemplo. Dessa maneira, fica cada vez mais difícil garantir a identidade e autenticidade da foto do consumidor, uma vez que ele não está presente no momento em que a foto está sendo tirada.

Se você sofre fraude interna

Caso a sua operação seja em um ponto físico – em um processo de concessão de crédito no varejo, por exemplo – os próprios funcionários podem cometer ou cooperar com o roubo de identidade.

Por isso, em ambos os casos, a captura ao vivo pode ser a melhor opção de complemento ao reconhecimento facial, já que ele garante que a imagem enviada é válida, sendo mais uma forma de potencializar seus resultados.

Ainda que surjam novas maneiras de burlar o reconhecimento facial, a tecnologia possui diversas particularidades, dificultando muito a possibilidade de alguém se passar por outra pessoa.

Como funciona a captura ao vivo do AcessoBio?

Desenvolvida dentro da Acesso Digital e resultado de um desafio proposto pelo comitê de segurança de um grande banco brasileiro, a captura ao vivo do AcessoBio é exclusiva, pioneira e patenteada visto que indica a prova de vida com uma única foto.

Diferentemente de outras soluções do mercado, que exigem algum tipo de interação, como: mexer a cabeça, piscar, e etc. a tecnologia da Acesso não requer nenhuma ação do consumidor, o que torna a experiência muito melhor.

O processo é muito rápido e ocorre ao mesmo tempo que a análise biométrica. Após a captura da imagem, a ferramenta faz a prova da captura ao vivo e, ao verificar elementos como profundidade, iluminação e outros requisitos, valida a imagem com alta assertividade.

Continue acompanhando nosso conteúdo exclusivo e conheça mais a fundo as qualidades da biometria facial! É só acompanhar nosso blog e seguir os perfis da Acesso Digital no Linkedin e no Facebook.

O AcessoBio é uma solução de biometria facial para antifraude e autenticação. Garanta a segurança de sua empresa e seus clientes com a maior base compartilhada de faces no Brasil.

Visite nosso site e conheça suas vantagens!

Artigos relacionados