voltar Voltar
  • Bancos
  • Financeira
  • Fintech

Banking as a service: entenda o que é e como funciona

Camila Silva
  • 21 de outubro de 2020
  • 6 min de leitura

Hoje, o mercado de diferentes áreas vem passando por grandes revoluções. Por meio da expansão de aplicativos e também do uso contínuo dos smartphones, muitos dos serviços que utilizávamos antes ganharam uma “cara nova”, de modo que trouxessem facilidades para os usuários. Na área financeira, não é diferente. Além do Open Banking, que ano a ano se expande no Brasil, outro conceito que cada vez mais vem ganhando espaço e se tornando uma tendência é o Banking as a Service (banco como serviço).

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você entenda o que é o Banking as a Service, quais são os benefícios que ele traz, além de conferir como funciona esse tipo de solução. Continue a leitura e saiba mais!

O que é o Banking as a Service (BaaS)?

Inicialmente, vamos entender o conceito de “as a Service”. Trata-se de empresa que oferece serviços que são pagos de acordo com o uso. Modelo de negócios cada vez mais comum, podemos identificá-lo em nosso dia a dia com muito mais frequência. Gigantes do mercado, por exemplo (Netflix e Spotify), estão inseridos nesse modelo: você paga conforme tem interesse em utilizar os serviços de áudio ou de vídeo.

Entre os motivos para a tendência do “as a Service”, destacamos especialmente a busca contínua dos usuários em contar com serviços personalizados, de qualidade e que ofereça uma experiência positiva. Voltando ao exemplo que está inserido em nosso contexto: hoje, não há necessidade de você fazer download de músicas enquanto há um app que disponibiliza os mais distintos álbuns de forma prática (trazendo a possibilidade até mesmo de ouvi-las enquanto está off).

É pensando justamente nessa lógica que o Banking as a Service funciona. Nesse caso, a empresa presta serviço e oferece soluções financeiras de acordo com o que o usuário deseja utilizá-lo. Ou seja, trata-se de uma solução que possibilita qualquer empresa começar a oferecer produtos financeiros, sem haver a necessidade de um banco ou de se tornar um banco para isso, seja qual for o ramo de atuação.

Nesse sentido, a empresa que utiliza o Banking as a Service tem a possibilidade de oferecer serviços de um banco digital, mesmo sem atuar como uma instituição financeira. Entre eles, podemos destacar:

  • conta digital;
  • cartão de crédito;
  • cartão de débito;
  • transferências; entre outros.

Como funciona o Banking as a Service?

Agora que você já sabe o que é, vamos entender como é o funcionamento do Banking as a Service. Para as empresas que se interessam em implementar esse tipo de solução, é disponibilizada uma API, ou Application Programing Interface. As APIs são instruções e padrões de programação, que disponibilizam um acesso a um aplicativo ou a um software.

Como ela se aplica no caso do Banking as a Service? Simples. Por meio de uma comunicação entre o desenvolvedor (que geralmente são fintechs) e a empresa que vai prestar e auxiliar nos serviços bancários e financeiros. Dessa forma, a organização tem a possibilidade de oferecer esse tipo de produto aos seus clientes sem necessariamente ser uma marca que atua nesse ramo de atuação.

Ou seja, trazendo como diferencial os mesmos padrões de segurança de um banco digital, o negócio poderá oferecer esses serviços sem que mude o foco das atividades de seu setor. Em relação à etapa de desenvolvimento dessas soluções e também da regulementação, a responsabilidade é do próprio desenvolvedor, o que facilita esse processo ao seu negócio.

Quais as vantagens do Banking as a Service?

Conforme vimos, qualquer tipo de serviços as a Service tem a possibilidade de ser um diferencial para o cliente, justamente pela praticidade e pela flexibilidade. No caso do Banking as a Service, quais são as principais vantagens de adotá-lo? A seguir, selecionamos as principais. Veja!

Atrair e reter clientes

Hoje, um dos grandes desafios para as empresas é o de atrair e reter clientes sem que, para isso, tenha que destinar uma alta quantia com esse objetivo. Buscar por um uma vantagem competitiva que possa alcançar esse resultado é praticamente uma missão das empresas, uma vez que serão os seus diferenciais que contribuirão para que mais pessoas possam se interessar pelos seus serviços e se fidelizarem.

Além disso, devemos mencionar sobre a importância que a fidelização tem para o seu negócio. Além de criar um vínculo maior com o público, traz a possibilidade de seus preços estarem acima do mercado, bem como reduz os custos e de marketing e possibilita a indicação por parte dos clientes fiéis.

Como o Banking as a Service proporcionará esse ganho? Seja qual for a estratégia adotada em seu negócio, existe a necessidade de pesquisar a fundo quem é o seu público e quais são as principais necessidades, certo? Justamente por isso, a sua organização, mais do que ninguém, conhece a realidade de seu cliente e as principais dores nos mais diversos contextos.

Por essa razão, você tem a possibilidade de criar soluções que atendam especificamente esse ponto, de modo que a concorrência não precise encontrar respostas para essas dores. Da mesma forma que você vai fidelizar por esse motivo, a diversidade de soluções oferecidas também permitirá a atração de novas pessoas interessadas pelos seus serviços, o que possibilita um aumento do ticket médio e do MRR.

Oferecer serviços que sejam mais indicados para o seu público

Novamente, voltamos ao fato de que a sua empresa conhece detalhadamente o público e as suas necessidades. No caso do Banking as a Service, ao contratar pelos serviços, existe a possibilidade de escolher apenas os produtos que mais lhe interessam. Ou seja, com base na realidade de seus clientes e nas expectativas geradas por eles.

As soluções bancárias oferecidas ao mercado são muitas. No entanto, nem sempre há a necessidade de trabalhar com todas, uma vez que elas visam sanar diferentes dores. Nesse sentido, é possível trabalhar com aquelas que mais sejam relevantes aos seus clientes, trazendo um foco maior para a estratégia de sua empresa.

Redução de custos

Ao mencionarmos sobre redução de custos, é um diferencial que pode ser percebido tanto pela empresa quanto pelos clientes. Ao oferecer produtos e serviços digitais, consequentemente, o negócio poderá oferecer ao público uma redução de gastos com manutenção de contas. Afinal, negócios digitais, por si só, trazem como diferencial o fato de que não há um custo com infraestrutura física, colaboradores e outros gastos que são repassados aos correntistas.

Em relação à empresa também podem ser percebidos grandes diferenciais. Conforme explicamos, os serviços são adquiridos por meio de uma API. Ou seja, não há a necessidade de um planejamento detalhado para isso, de manter um time de profissionais especificamente para essa finalidade e nem mesmo haver gastos com desenvolvimento de produtos.

Promover a digitalização

Foi-se o tempo no qual os clientes observavam apenas a questão do preço para escolher por uma marca. Além de analisarem detalhadamente como é o atendimento oferecido pelas empresas, o público também analisa sobre a digitalização do negócio.

Entre os ganhos para a empresa, podemos observar:

  • atração e fidelização de clientes;
  • possibilidade de acessar os principais produtos e documentos a qualquer momento;
  • redução de custos;
  • empresa com foco na sustentabilidade.

E a digitalização do dinheiro, como entra nessa história? Trata-se de uma realidade que torna os processos mais ágeis, além de trazer segurança tanto para a empresa quanto para o cliente. Outro ponto de destaque está relacionado ao fato de que as empresas adquirem competitividade, justamente por se beneficiar com pontos já mencionados neste conteúdo.

Mais agilidade às transferências

Apesar de o mercado financeiro brasileiro já trabalhar para trazer soluções que ofereçam mais agilidade nas transferências (o PIX, por exemplo), a sua empresa pode utilizar esse diferencial como outra vantagem competitiva. Por meio do Banking as a Service, o cliente não precisará lidar com diversos bancos em seu dia a dia. Pelo contrário, poderá solucionar suas principais dores em um mesmo ambiente, o que contribui para uma maior praticidade em suas transações.

O Banking as a Service vai acabar com o mercado tradicional?

Sempre que uma solução como essa chega ao mercado, a grande dúvida é: como ficará o mercado tradicional? Foi assim com as grandes revoluções que vimos em termos de produtos e serviços que trouxeram uma maior modernização.

Nesse sentido, o Banking as a Service não vai acabar comas instituições tradicionais. Muito pelo contrário: terão a oportunidade de trabalhar em conjunto. Afinal, as instituições têm a oportunidade de utilizar as mesmas tecnologias do BaaS para adaptarem seus serviços, de modo que seus processos atendam a essas necessidades dos clientes e elas possam usufruir dos ganhos apresentados.

Como abrir um Banking as a Service?

E como é possível abrir um Banking as a Service? Conforme explicamos, é um tipo de solução que será eficaz para qualquer empresa, seja qual for o nicho de atuação. Primeiro, existe a necessidade de entender qual é a necessidade, de fato, de seu negócio contar com esse tipo de inovação. A partir da compreensão de que trará resultados relevantes, é preciso conscientizar toda a equipe dos trabalhos que virão por meio da implementação desse serviço.

Decisão tomada, é o momento de pesquisar e analisar as alternativas disponíveis no mercado, visando optar por aquela que melhor atenda ao seu contexto e ao seu nicho de atuação. O indicado é que haja a priorização de marcas que facilitam a transferência das informações, bem como já ofereçam aplicativos que atendam às necessidades de UX.

Escolha feita, chegou o momento de integrar o BaaS ao sistema financeiro da organização por meio do API. Não se esqueça da divulgação: afinal, será um diferencial de sua empresa que deve ser destacado para o mercado. Assim, clientes e não-clientes terão a possibilidade de entenderem como serão beneficiados com esse tipo de solução, interessando-se pela sua marca.

Neste material, você pôde entender o que é o Banking as a Service, como funciona, quais são as suas principais vantagens, além de conferir como é possível implementá-lo. Para a sua implementação, envolva toda a equipe no processo. Apesar de o desenvolvedor cuidar de questões burocráticas e também de propor melhorias na solução, os colaboradores precisam estar engajados para que clientes possam acreditar nessa inovação. Assim, as chances de obter resultados mais atrativos aumentam consideravelmente.

Ao longo do material, mencionamos sobre o PIX. Deseja entender um pouco mais sobre o assunto? Continue no blog e boa leitura!

Artigos relacionados